fbpx

Metodicamente, venho aprimorando a forma como reflito sobre minha vida ao final de cada ano e meu preparo para o ano seguinte. E hoje, gostaria de compartilhar esta atualização com quem busca uma inspiração ou uma maneira diferente para refletir e começar o novo ano de forma intensa e focada. Naturalmente, meu jeito de ver as coisas provavelmente é diferente para você e todos outros leitores, mas com um pouco de criatividade e boa vontade será possível adaptá-lo a sua realidade.

Meu “método” é simples e divide-se em 3 partes fundamentais:

1 – Perguntas exploratórias: neste momento, procuro olhar minha vida da forma mais holística possível, de maneira muito realista, honesta e íntegra. Desta análise, alguns sentimentos virão à tona, e é importante senti-los. Alegria, euforia, motivação, êxtase; mas também tristeza, decepção, arrependimento. Viver um pouco cada um dos sentimentos é fundamental para a construção dos próximos passos.

2 – Organização e decisão: nesta etapa, baseado nas reflexões e sentimentos, organizo meus pensamentos e análises e tomo as principais decisões que sustentarão meu novo plano.

3 – Planejamento: é chegada a hora de estabelecer as metas e, principalmente, o foco para o ano que se inicia.

É simples assim. Através destes 3 passos, você poderá tomar suas decisões a frente. Se for a fundo em cada questão, sentir, refletir, processar, com o cuidado que merece, estou certo de que chegará a conclusões muito ricas e estará mais próximo(a) de alcançar seus sonhos.

Mãos à obra:

PARTE 1 – Perguntas exploratórias:

# A chave para esta análise é: registre da forma mais honesta possível, sem julgar ou explicar.

# Aqui neste ponto do artigo preciso fazer uma confissão: sempre peço à minha esposa que analise tudo que escrevo, e o feedback dela a respeito da forma como elenquei estas minhas perguntas foi: “Muito chato. Ninguém vai aguentar ler até o final. Você deveria reescrever em forma de um texto mais envolvente. Mas eu adorei o que está escrito. Somente a forma…”. E eu concordei e gostei muito do feedback que ela me deu. De verdade. E minha decisão foi: Vou manter como fiz originalmente. Não quero que seja um texto interpretativo. Quero que você tão pura e simplesmente leia cada uma des perguntas que faço, escolha as que se adequam a sua vida e as responda de forma sincera. Sem interpretação. Preto no Branco.

Você está feliz?

Você sente que progrediu rumo aos seus planos e sonhos quando se compara ao mesmo período do ano passado?

Você começou este ano corrente com um plano claro e por escrito?

Você revisou este plano no decurso do ano?

Qual o grau de satisfação pessoal quanto ao que atingiu, versus seu plano?

Você conseguiu evoluir nos gaps identificados no ano anterior?

O que você fez de diferente neste ano para atingir resultados diferentes?

Quantos e quais livros você leu?

Quantos e quais filmes você viu?

A quantos e a quais espetáculos você assistiu?

De quantos e de quais eventos você participou?

Quantos e quais novos contatos você angariou?

Quantas e quais pessoas você ajudou a transformar?

Você se considera, hoje, uma melhor pessoa?

Você se considera, hoje, um líder melhor?

Você se considera, hoje, um executivo melhor?

Como você se mantém atualizado?

Com quais temas atuais você está mais envolvido?

Em quais projetos você desenvolveu ou se envolveu mais este ano, compreendendo alguns dos temas atuais que mencionou?

Você usou mais ou menos tempo nas redes sociais?

Você gastou mais ou menos tempo na frente da TV e do computador?

Você gastou mais ou menos tempo ao ar livre?

Você teve mais ou menos motivos para comemorar?

Você comemorou mais ou menos vezes?

A quantos dias de férias e days off você se permitiu?

Quantas viagens pessoais você realizou?

Quantas novas culturas você conheceu?

Qual língua você se dedicou a aprender e aperfeiçoar este ano?

Você se desenvolveu espiritualmente?

E os indicadores de performance de sua saúde física, estão melhores ou piores?

Quantas vezes você se deu ao direito de se desligar do mundo?

Você procurou e utilizou métodos e técnicas para aprimorar sua gestão do tempo e produtividade?

Você procurou e utilizou ferramentas de planejamento pessoal?

Quem inspirou você este ano?

Qual (ou quais) pessoa(s) importante(s) em sua vida você teve a oportunidade de contatar somente para dizer o quanto foi (foram) importante(s) para você?

Você praticou alguma atividade física regularmente que trouxe prazer?

Você exerceu algum tipo de voluntariado durante este ano?

Você, de alguma forma concreta, procurou ajudar a construir um novo País?

O que você estudou este ano?

O que você aprendeu este ano?

Você fez um bom planejamento financeiro? Cumpriu? Estudou a respeito?

Que valor você gerou para sua família, seus amigos, seu trabalho, seu bairro, sua cidade, seu país?

Quantos desconhecidos você ajudou de verdade?

Você enviou ao menos uma mensagem de “Feliz Aniversário” às pessoas importantes para você?

Você fez terapia ou alguma outro forma de autoconhecimento?

Você procurou ter, regularmente, um tempo individual com cada pessoa que ama?

Você escreveu? Filmou? Fotografou? Compartilhou?

Procurou um mentor? 

Foi o mentor de alguém?

Organizou suas coisas, roupas, equipamentos e os doou de forma adequada?

Você se sente íntegro com seus valores?

A partir deste ponto, deixo com você. Agregue novos questionamentos e terá uma análise mais profunda e adequada a seu estilo de vida.

PARTE 2 – Organização e decisão.

# A chave para esta fase é: Priorize.

2.1 – Com base nas perguntas que foram feitas na Parte 1, procure refinar as respostas e responder às perguntas a seguir:

Em quais momentos e atividades você considera que fez o melhor uso de seus talentos, dons, competências e skills?

O que correu realmente bem para você neste ano que passou?

Como sua vida melhorou?

Como seus relacionamentos melhoraram?

Com o que você deveria ter utilizado mais seu tempo?

Qual o impacto que você causa nos ambientes em que escolheu conviver? É o impacto que desejava? Aquém ou além?

Quais as principais ações tomadas que considera que trouxeram você ao presente momento?

O que normalmente gerava felicidade para você, e que agora você sente que a energia está desaparecendo?

Quais são as questões que definiram você até hoje, mas que talvez seja hora de deixar de lado e mudar?

O que impede você de voar cada vez mais alto e realizar seus melhores sonhos?

O que você gostaria de ter conquistado até este tempo de sua vida? O que impede você de conquistar?

O que você gostaria de mudar em sua vida e ainda não encontrou coragem?

Para o que você deveria começar a dizer sim?

Para o que você deveria começar a dizer não?

2.2 – Você de forma objetiva

# Escreva a seguir, uma única frase que o represente neste sonho para o próximo ano. Uma única frase que represente sua Obra, em todos aspectos de sua vida.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2.3 – Momento de tabular um pouco toda análise feita até agora:

# Muito importante: Quando organizar as questões abaixo, não deixe de considerar cada uma das áreas de sua vida: espiritual, física e saúde, relacionamentos, profissional, pessoal, financeira, etc.

# Uma dica relevante: faça escolhas conscientes. Escolha as “brigas” que valem a pena. O excesso de ações a serem tomadas, quando aplicado à sua rotina de vida, fatalmente gerará muito mais frustração que felicidade. Portanto, foco!

O que foi ótimo no ano atual? 

  1.  
  2.  
  3.  

O que não foi bom no ano atual? 

  1.  
  2.  
  3.  

O que você deveria deixar de fazer no próximo ano?

  1.  
  2.  
  3.  

Em que você deveria esforçar-se para melhorar no novo ano? 

  1.  
  2.  
  3.  

O que você deveria continuar fazendo no ano que chega? 

  1.  
  2.  
  3.  

O que você deveria começar a fazer?

  1.  
  2.  
  3.  

PARTE 3 – Planejamento

# A chave para esta parte é: seja realista. Foque no que definiu como prioritário na parte anterior. Determine um cronograma realista.

# Não quero focar neste tópico agora pois já existe muita coisa boa escrita a respeito. Mas registro duas dicas:

·  Compre um excelente planejador/planner anual. Vá além de uma simples agenda.

·  Pesquise exaustivamente artigos sobre planejamento pessoal, gestão de tempo e essencialismo.

MINHA MENSAGEM DE FINAL DE ANO PARA VOCÊ

Definitivamente, o resultado que irá colher ao término do ano que se inicia depende muito da qualidade de sua reflexão, mas, também, da forma como desenhará seu planejamento e o acompanhará. E, claro, de muita persistência, foco, dedicação. Mas realmente valerá a pena.

VOCÊ É SEU MELHOR E PRINCIPAL PROJETO! 

Desejo-lhe um período de festas maravilhoso, e um Novo Ano que seja um marco positivo em sua vida; que seja a concretização de seus melhores e mais importantes sonhos. E, principalmente: que você seja muito feliz

Os autores dos artigos, vídeos e podcasts assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo de sua autoria. A opinião destes não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Instituto Dynamic Mindset.

 Comentários

Deixar um comentário

Adriano Amui

Adriano Amui

Empreendedor (Esfera, Invent, Deep Seed Solutions, Portal dos Livreiros e FCA Strategy), Mentor, Professor e Palestrante (FDC, ESPM e SFU Beedie Business School) com foco em Planejamento Estratégico, Estratégia Competitiva, Novos Modelos de Negócios, Empreendedorismo, Go-to-Market, Novos Negócios, Marketing, Design Thinking, Inovação e Transformação Digital. Ver perfil completo >>

Ver mais conteúdos
Ver mais conteúdos